sexta-feira, 3 de setembro de 2010

PAC-Processamento Auditivo Central

Processamento Auditivo Central (PAC) compreende um conjunto de habilidades auditivas realizadas pelo sistema nervoso central que são necessárias para a interpretação das informações auditivas. É ouvir e entender o que ouviu. Podemos destacar as habilidades: detecção, localização e lateralização da fonte sonora, reconhecimento, discriminação, atenção seletiva e sustentada, memória de curta duração e aspectos temporais da audição. ASHA (1996).

O que é DPAC?
O Distúrbio do Processamento Auditivo Central refere-se a alterações em uma ou mais destas habilidades auditivas, levando à dificuldades de linguagem e aprendizagem. A pessoa pode ter audição periférica normal e apresentar dificuldade de compreender o que é falado.

Causas do DPAC
As causas do DPAC podem ser as mais variadas possíveis, porém, podemos destacar:
Otites freqüentes na primeira infância (a privação sensorial provocada por otites de repetição pode causar dificuldade para reconhecer padrões sonoros e na formação dos engramas dos sons da fala).
Alterações de ouvido médio e interno;
Pouca estimulação auditiva;
Disfunções subclínicas das vias auditivas causadas por: hiperbilirrubinemia, anóxia neonatal, sífilis, malformações congênitas, entre outros;
Hereditariedade;
Síndromes neurológicas; doenças neurológicas e degenerativas; epilepsia, entre outros.

Sinais e Sintomas
Indivíduos com DPAC podem apresentar alguns destes sintomas, e não necessariamente todos os listados abaixo:
Solicitam freqüentemente a repetição da mensagem falada dizendo: hã?, o que?, oi?; São distraídos e desorganizados;
Têm comportamento agitado ou quieto demais;
Têm dificuldade em seguir direções e instruções orais;
Apresentam vocabulário restrito;
Têm dificuldade em compreender a mensagem falada em presença de ruído competitivo;
Têm dificuldade de memória e, tempo de atenção curto;
Têm dificuldade em entender piadas e mensagens de duplo sentido; confundem o que ouvem;
Apresentam dificuldades de linguagem, fala, leitura e/ou escrita.

Avaliação do Processamento Auditivo Central
Para se determinar se há ou não DPAC, é necessário se submeter a uma série de procedimentos comportamentais de avaliação audiológica, a fim de detectar qual o impacto destas alterações na comunicação.
Além disso, a avaliação do PAC pode ajudar a traçar o plano terapêutico para o indivíduo afetado, direcionando a reabilitação fonoaudiológica.
Um pré-requisito para a avaliação do PAC é a audiometria e a impedanciometria. Pode-se complementar, quando necessário, com procedimentos eletrofisiológicos. A partir dos 5 anos de idade já é possível realizar a avaliação do PAC, porém, não se pode dar diagnóstico de PAC antes dos 7 anos, devido à imaturidade neurológica de algumas vias auditivas centrais antes desta idade.
Importante: DPA não é surdez! A criança pode ter audição normal e ter dificuldade na compreensão do que lhe é dito.

Reabilitação do Processamento Auditivo Central
O trabalho multidisciplinar é fundamental neste processo, envolvendo a escola, fonoaudiólogos, neuropediatras, psicólogos, psicopedagogos e demais profissionais que lidam com a criança.

AVALIAÇÃO DE PAC >>> INFORME-SE POR E-MAIL >>> vlm.psico@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.